A equipe do site  LP Association conseguiu fazer uma especie de pod cast bem divertido com o Mike shinoda, onde ele falou coisas bem legais em relação ao Linkin Park e também ao Fort Minor, confia a baixo os principais trechos:

 

Mike diz que no ano que vem ele quer fazer alguns projetos envolvendo fã sites, como o LPA e o LP Live por exemplo, ele quer tentar aproximar cada vez mais os fãs sites da banda.

Falou sobre um de seus primeiros shows com a banda, que foi em um estacionamento de uma loja da Best Buy, e que até  hoje ele encontra fãs que dizem ” Nós estávamos lá no show da Best Buy”

Os shows que ele fez recentemente pelo Fort Minor em lugares menores lembrou a ele os velhos tempos do Linkin Park, quando eles tocavam em locais pequenos e apertados

Mike disse que não pensa mais em ganhar muito dinheiro com shows enormes, ele gostaria mesmo de fazer shows menores, mais intimistas, onde ele poderia tocar coisas que os fãs quisessem ouvir como ‘No Roads Left’ por exemplo.

Ele disse que tem muita vontade de tocar em alguns lugares da India e da América Latina que ainda não tocou, que ele faz de tudo pra ir em locais diferentes sempre fazer shows, mas infelizmente não depende só dele

Ele citou sobre alguns problemas que surgiram na LPU MERCH, onde o próprio Chester comprou um item especial de natal, e ele disse ”  “Nosso papel de embrulho é terrível PORRA! ” e a banda pede desculpas por isso, e os preços foram ajustados para compensar isso. Eles realmente se preocupam com a qualidade das mercadorias entregue aos fãs

A banda acha que o próximo álbum deve atrasar  6 meses para ser lançado, e então só deve sair no fim de 2016, mas ele não pode afirmar com certeza a data

Ele disse que as faixas do LPU CD dão uma boa visão sobre o que e uma demo, por isso as vezes faltam os vocais

O Linkin Park não se preocupa com tendencias musicais para criar um álbum, por que o processo de gravação leva muito temo para que uma música fica 100% pronta, e eles realmente não se importam

Mike disse que a gravadora pediu para que Final Masquerade” ou “Until It’s Gone” fossem o primeiro single do The Hunting Party, mas a banda recusou, por que “Guilty All The Same”  diria bem mais sobre o que era o novo álbum

Uma rodada de respostas rápidas:

Album mais divertido de fazer?
Mike: A Thousand Suns e The Rising Tied em um segundo momento

Qual a canção menos favorita?

Mike: “Easier To Run” ele acha ela muito melodramática.

Ele comentou ainda que ele assiste as séries Fargo e The Walking Dead…e que se pudesse faria uma trilha sonora para eles.

Mike acha que eles deveriam ter feito um clipe para “Rebellion”, mas infelizmente foi muito tarde dentro do ciclo. É uma de suas canções favoritas do álbum.

Mike pensa que “Mark The Graves” é boa música para escutar quando está dirigindo.

 

Ele falou que a banda simplesmente não pode fazer um novo “Hybrid Theory” pois a época hoje é outra, ele sabe que os fãs pedem a todo momento que a banda volte a fazer aquele tipo de som, e por isso eles tocam elas nos shows, em respeito aos fãs, mas ele acha que banda não se enquadra mais com aquele tipo de som dos anos 2000

Não existe nem data e nem músicas para o novo álbum

 

Você pode conferir o pod cast na integra abaixo