0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Daron Malakian, do System of a Down e Scars on Broadway, conversou com a Revolver Mag essa semana. Entre as perguntas sobre o novo álbum da sua banda Scars on Broadwar, chamado Dictator, a revista relembrou da sua participação no show tributo a Chester Bennington no Hollywood Bowl, depois que ele morreu por suicídio em Julho e Daron contou como foi a experiência.

Eu fiquei chocado quando soube o que aconteceu. Sempre que eu estive perto do Chester, ele nunca me pareceu alguém depressivo. Uma vez nos bastidores de um show, eu estava me sentindo muito para baixo, e ele veio e me reergueu totalmente. Ele era esse tipo de cara. Tinha uma energia enorme. Eu trabalhei com ele e o Mike [em estúdio, na música Rebellion em 2014]. Ambos eram fáceis de trabalhar, sem nenhum ego. Tenho muito orgulho dessa música.

Tocar nesse show foi interessante. Eles tinham bastante playback rolando nos monitores. Os vocais do Chester faziam parte desse playback, então enquanto a gente estava tocando a música e cantando, eu podia ouvir os vocais do Chester. Eu lembro que a banda me contou nos ensaios que isso era difícil pra eles, de diferentes maneiras. É muito difícil estar em uma banda que está ativa, fazendo turnês e de repente você está tipo “O que vamos fazer agora?” É uma mudança de vida para muitas pessoas.

Para ler as outras perguntas sobre Daron e o novo álbum, acesse a reportagem original aqui.

Fonte: RevolverMag

© 2018, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published.