0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

A revista online Noisey tem um bloco chamado “Revisamos tudo o que você nos enviar” onde convidados aparecem lá para ouvir as mais variadas músicas e dar seu palpite sobre cada música. O convidado dessa vez foi Mike Shinoda, veja abaixo a tradução da matéria com as bizarrices que o Mike Shinoda teve que ouvir e fazer comentários:

shinodaoffice2

shinodaoffice5

________________________________

Olha só, o Mike Shinoda, também conhecido como o rapper mais legal do mundo, veio ao nosso escritório porque o pessoal da Noisey é o melhor! Enquanto ele estava aqui, decidimos trazer ele para o nosso desafio mais torturante: Revisar qualquer coisa que vocês tenham enviado para nós. São pouco os seres humanos que conseguem suportar essa tortura, já que vocês conseguem enviar coisas terríveis para nós. Mas Mike é um verdadeiro guerreiro, e sentou aqui com a gente e ouvir de tudo. Confira o que nós tivemos que sofrer:

SMASH MOUTH – ALL STAR

Mike: Eu não sei se eu já tinha visto esse vídeo inteiro. Ah essa música é do filme Heróis Muito Loucos. Nosso baixista, o Dave, quando entrou para a banda falou para as pessoas que o seu nome era “O Phoenix”. Foi uma piada, porque ter um nome artístico é meio que ridículo. De qualquer forma, ele tirou o nome desse filme. E as pessoas levaram a sério, e aí pegou. Mas a boa notícia é que o Dave tem um grande senso de humor. Ele até entrou na sua própria página no Wikipedia e colocou que ele tinha certificado como mestre em churrasco. E isso começou a aparecer em entrevistas.

MARTY BACHMAN – CAN’T AFFORD A WOMAN

Mike: Wow, essa foto! Eu me pergunto se é um fã do Linkin Park ou um fã da Noisey. Eu sinto que, se esse cara tivesse uma produção parecida com a do Black Lips, iria ficar incrível. A música do ano. Talvez ele precise de um baterista de verdade ao invés de um teclado.

APPLEBY – BITTER BOY

Mike: Adorei, essa coisa toda. Eu vou ouvir isso todos os dias. A produção é ótima, ele precisa de algo mais substancial entre os refrões.

KPT – INNERMOST

Mike: A música que transcende as fronteiras de qualquer gênero? Ugh. Eu estudei na escola de artes com pessoas assim. Estes são o tipo de pessoas que dizem não prestar atenção em tal coisa, porque estão “inventando algo novo”. Depois, acabam reinventando a roda porque não prestaram atenção em porra nenhuma que vieram antes deles. Desculpe KPT, mas já ouvi isso, é chamado de industrial.

PETITE LEAGUE – LEAF SURFER

Mike: [dá de ombros] Não tenho nada à dizer. Eu sinto que isso soa como um monte de coisas. Não de uma forma ruim.

CHILLY CLINTON – VENI

Mike: Isso é uma batida “perdedora”

BLACK INVADER – I DIG PAIN

Mike: Olha pra foto desse cara. Essa letra foi previamente escrita?

FORT MINOR – REMEMBER THE NAME (DJ KUSBARA DUBSTEP REMIX) [FIXED]

Mike: Que arte é essa? OK, eu entendo que tem uma garota aí, porque é um DJ que faz substep, mas porque tem o Coringa aí? Oh, Remember The Name… CORRIGIDO. Tudo que estava errado na música, agora foi corrigido. Honestamente, isso me lembra as músicas que eu fazia, não o estilo, mas o som disso, quando eu fazia as música sem um teclado de 100 reais, no meu quarto na casa dos meus pais, nos anos 90. Mas eu ainda não entendi o que o Coringa está fazendo aí, ainda não tem uma explicação pra isso.

Fonte: Noisey | Tradução Linkin Park Brasil

© 2015 - 2019, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários