0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Mike cedeu uma entrevista para o site  AltWire onde ele explica como foi o processo de criação de “Welcome” e se o Fort Minor ainda terá um futuro CD. Leia as principais partes da entrevista a baixo;

 

AltWire: Já faz um bom tempo que nós não víamos nada do Fort Minor, o que te levou a finalmente fazer algo novo para seu projeto paralelo?

Mike: Eu realmente não planejei fazer canções novas para o Fort Minor. Em um dia “Welcome” saiu da minha cabeça tão rapidamente que eu não podia ignora-la. É por isso que eu liberei esta canção nova, foi assim que aconteceu.

AltWire: Desde  o “The Rising Tied”, o seu material com o Linkin Park tem sido transformador e sempre em constante mudança, o The Rising Tied veio antes dos últimos quatros álbuns do Linkin Park, como você sente  a sua mudança perante a composição com o Linkin Park?, você sente que mudou algo nesses últimos 1o anos?

” EU SINTO QUE AINDA TENHO ALGO A PROVAR, MAIS PARA MIM, DO QUE PARA QUALQUER OUTRA PESSOA!”

Mike: Quando eu comecei com o Fort Minor há 10 anos é importante lembrar que o Linkin Park tinha acabado de sair do “Collision  Course” com o Jay-Z. Nós só tinamos 2 Álbuns de estúdio,  Hybrid Theory e Meteora. Nós tínhamos a essência de apenas um som, quando eu comecei a ter uma ideia mais destinta de Hip-Hop eu não sabia onde coloca-la, e eu achava que não caberia dentro do Linkin Park na época, então por isso eu fiz o Fort Minor. Depois do álbum do FM, eu entrei em estúdio para gravar o álbum Minutes To Midnight com o Linkin Park, a banda toda, e eu percebemos que era hora de ampliar a nossa identidade sonora, e de repente foi um “ok”, e meu hip-hop já poderia se tornar músicas do Linkin Park. Canções como  Waiting For The End tem um sabor claramente de Fort Minor, por anos eu tive ideias do Fort Minor, mas que basicamente se tornaram músicas para o Linkin Park

AltWire: O Fort Minor foi composto por muitos artistas e colaborações, fundamentalmente pelos seus colegas do Styles of Beyond. Será que nos vamos ver um retorno da antiga gangue com um novo material?

Mike: Eu não tenho nem um plano para fazer um novo álbum do Fort Minor nesse momento, eu só tenho essa música, apos ela haverá outra?, eu não sei. Há algo moderno e emocionante sobre isso acontecendo. Eu estou colocando todo o meu esforço nesse momento em singular, eu escrevi cada nota, cada palavra nesta música, realizei tudo, produzi e mixei, eu projetei todo o Marketing envolvido. Escrevi como o vídeo seria produzido, alias, o vídeo é um vídeo de ponta filmado com a tecnologia de 360º, na Califórnia, onde eu pinto um mural com Mil capas de vinil, a arte pode ser encontrada em cada capa dos discos, e já esta disponível para compra em FortMinor.com

O Fort Minor sempre foi um projeto solo em sua origem. Naquela época, eu quis botar o Styles Of Beyond no The Rising Tied porque eu acho que eles são incríveis e nós crescemos próximos um do outro. Ao mesmo tempo, eu também acho que o motivo de eu ter tido tantas outras pessoas a bordo foi porque eu não era confiante estando ali sozinho. Afinal, eu sempre fiz tudo, do estúdio aos shows às entrevistas, com 5 outros membros da banda no LP. Mas com o tempo, eu finalmente cresci a confiança para fazer isso sozinho. Então agora, quando eu fizer apresentações como Fort Minor, eu planejo fazer delas um show de um homem só, que realmente não é fácil fazer sozinho. Veremos o que acontece!

 

AltWire: O Linkin Park aparentemente sempre evitou trabalhos colaborativos, até o The Hunting Party. Por que essa mudança? são coisas que vão continuar nos novos álbuns do Linkin Park? ou você acha isso uma coisa mais off?

Mike: Eu não tenho ideia, só o tempo irá dizer.

AltWire: Agora que você está de volta com o seu Fort Minor, você acha que depois deste retorno, o FM pode ser mais frequente?

Mike: Eu não sei, mas a porta esta aberta. Se eu acabar tendo uma outra boa ideia de canção para o Fort Minor mais tarde, eu posso fazer isso acontecer. É bom sentir que estou deixando uma parta aberta para me inspirar, e que eu possa entregar isso para meus fãs em tempo real.

 

Assista o vídeo de “Welcome” em 360º

Fonte: altwire.net

 

 

© 2015 - 2019, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários