0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Matte Babel do programa de TV americano, ET Canada, sentou com o membro do Linkin Park, Mike Shinoda, para falar sobre a inspiração para seu novo álbum, Post Traumatic – seu primeiro projeto solo desde o falecimento do seu amigo e colega de banda, Chester Bennington em Julho de 2017.

Tudo começou em um lugar realmente obscuro…” Diz Shinoda, mencionando o começo, ele não estava deixando sua casa, por que ele se sentia claustrofóbico.
Perder um dos seus amigos e colaborador mais próximo… Eu me senti realmente perdido” conta Mike, falando que encontrar sua voz foi uma batalha que ele teve que superar.
A vida é difícil, fazer música é fácil.” Ele diz. “Nós começamos nos perguntar se queríamos nos envolver com organizações que lidam com depressão e assim por diante, sabe?

Embora ele nunca tenha sofrido com doenças como a depressão, ele enfatizou a importância de “pegar as coisas que ele aprendeu e compartilhar com as pessoas.” Com a saúde mental, ele diz que aprendeu que nós devemos tratá-la como um problema de saúde. “As vezes você apenas precisa se sentir triste” ele explica. “E você tem que esperar até isso parar de acontecer, certo? Eu tive dias terríveis. E agora eu tenho menos desses dias ruins. Eventualmente, eu irei encontrar um novo normal.

Shinoda nos disse que, embora conhecer grupos de fãs pudesse ser assustador, ele percebeu que essa experiência era catártica, purificadora, para ele. “Eu estava um pouco apreensivo em encontrar grandes grupos de fãs, porque eu sabia que muitos deles estariam chorando e dizendo ‘me desculpe’, e eu [perguntando] ‘Por que – o que aconteceu?’ estava com medo disso até que eu fiz isso.

Sobre se ele irá ou não apresentar todas as músicas do álbum, ele diz: “Eu vou começar realmente fazendo isso. E ver o que pode acontecer“.

Veja o vídeo da entrevista – sem legendas em português – aqui.

Fonte: ETCanada

© 2018, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários