0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Keys to the Kingdom :

Esta faixa tem uma vibe punk old-school com uma nova mistura. As batidas rápidas e riffs explosivos trás elementos hardcore. O vocalista Chester Bennington solta melodias e o balanço dos versos de rap de Shinoda fazem uma combinação poderosa. Embora  que a banda irá tocar em  arenas em sua próxima turnê “Carnívores” , essa música tem uma sensação “underground”.

Wastelands of Today:

Esta música começa com um verso de hip- hop e a música tem um monte de groove ( partes pesadas) com baterias  e um baixo pesado . O refrão é cativante  e ainda lamacento e tem algo legal nele. Atente para a repartição pesada no meio da canção. Linkin Park l irá evá-lo em um sonoro passeio de montanha-russa como brincar com o tempo e ambiente da música.

Until It’s Gone

É uma faixa  mais meio-termo, com letras mais macia fornecidos por Chester Bennington, que realmente mostra a sua versatilidade vocal. Os sons de sonhos e atmosféricos são o suficiente para levá-lo embora , mas Bennington traz você de volta à terra como se ele  fosse dar  sua opinião sobre um refrão familiar: ” Porque você não sabe o que você tem / Sem você não sabe o que você tem / você não sabe o que você tem / até que ele se foi. “Essa música cativante é aquela que é obrigada a ficar presa na sua cabeça por um longo tempo.

All for Nothing

Esta quando for tocada ao vivo , terá a multidão em movimento , com certeza. Com um fluxo de hip- hop no primeiro verso,  e este rapidamente se transforma em quase um hino punk. A canção é implacável e sem remorso , com um solo de guitarra  foda, feito por Brad Delson . Não é nenhuma surpresa que esta música  é pesada, é incondicional ,especialmente por  que ela caracteriza um ponto  que é o  convidado vocalista e guitarrista Paige Hamilton.

Rebellion

Com um nome como ” Rebellion “, o ouvinte pode esperar somente o caos, puro e caos, e isso é exatamente o que o Linkin Park quer lhe dar. O clima é quase trash , com seus riffs rápidos e tambores a galope . Em pensar que ela poderia até caber no Sistema do primeiro álbum do System of a  Down – que é provavelmente porque ninguém menos do que Daron Malakian do System of a Down é caracterizado nesta  música.

 

Revisão feita pela LOUDWIRE’S FIVE

© 2014, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários