0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Será um duelo de titãs: Quando o Linkin Park começar a turnê Carnivores Tour com o 30 Seconds to Mars, no dia 8 de Agosto, será um encontro épico, do fanático fã clube LPUnderground com a notoriedade intensa dos Echelon.

Se você perguntar para o produtor/compositor/rapper Mike Shinoda, a primeira viagem juntos será muito épica. “Os fãs deles são parecidos, mas ao mesmo tempo um pouco diferente por causa do nosso estilo, especialmente no novo álbum, que tende a ser um pouco mais pesado e agressivo, por causa do ambiente que estávamos quando escrevemos ele, e que será transferido para o show.” disse o Mike sobre o novo álbum The Hunting Party.

107220641

E como isso vai funcionar?

As duas bandas já compartilharam os palcos antes, e Mike falou que aprendeu uma lição sobre o subestimado Jared Leto, do 30 Seconds to Mars. “Eu entrei um pouco cético, imaginando que ele é um ator e que ele tinha essa nova banda e álbum.” disse Mike, sobre um show que o Linkin Park fez quando o 30 Seconds to Mars estava em turnê com o álbum de estreia autointitulado, em 2002. “Eu não levei ele muito a sério e quando eu vi Jared cantando e assisti alguns dos seus shows, percebi que ele era muito talentoso e apaixonado pelo que fazia.

Essa paixão se manteve até que surgiu a ideia deles sairem em turnê juntos, Mike viu que seria perfeito. Ele também prometeu que os fãs vão ter uma experiência completa durante os shows “Nós estamos animados em tocar o novo material. O show está ao mesmo tempo mais tecnológico e também mais cru do que qualquer outro show ao vivo que já tivemos… Existe uma grande integração com os elementos mas também uma liberdade para improvisar.

Linkin-park

Falando em liberdade, Mike falou do vídeo que recém lançaram para a música Final Masquerade, que definitivamente tirou a banda da zona de conforto. “Nos nossos últimos vídeos, Joe Hahn que os dirigiu, mas Joe queria dar um tempo e a ideia de trabalhar com o aclamado diretor Mark Pellington foi uma sugestão do Joe“. Mark trouxe a empoeirada Los Angeles para o set de Final Masquerade e também uma ideia mais abstrata. “Mark é espetacular e seu trabalho fala por si só. Quando nós nos reunimos com ele, ele disse que tinha passado por algumas coisas pessoais e que a música realmente tinha se conectado com ele.

Mas, como Mike é um defensor de ideias concretas, quando Mark chegou com 10 páginas de um roteiro abstrato para o clipe, foi preciso um voto de confiança. “Não havia nada de concreto e dava pra pegar qualquer uma ou um punhado de ideias e fazer o vídeo“, ele falou sobre o vídeo que tem uma série de cenas pós-apocalípticas e sinistras. “Quando estávamos filmando naquele dia, ele disse que ia seguir a sua intuição e encontrar o o melhor material.

mgid-uma-video-mtv

No final, Mike falou que ele realmente se conectou com o que Mark estava propondo, especialmente nas filmagens do bebe chorando, pois vários membros da banda também são pais. Uma das imagens mais marcantes – várias pessoas usando roupas brancas que pulam de uma borda para baixo. – era composto de assistentes de produção contratados para mexer com as máquinas de fumaça. “Eu realmente acabei de conectando com algumas imagens“, disse Mike.

Fonte: MTV.com

© 2014, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários