0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Mike e Chester deram uma entrevista no minimo “intima” a revista Kerrang da Inglaterra deste mês. Mike e Chester contam curiosidades de inicio da banda, e de como a convivência entre eles foi crescendo e ponto de deixar de ser um grupo, para se tornar uma família. Hoje o Linkin Park é uma das maiores bandas de rock da atualidade, mas como esse grupo ainda é tão unido depois de 15 anos de estrada?

Confira essa matéria emocionante a baixo:

 

KerrangO que aconteceu com as antigas camisas de boliche que você usava Chester?

 

Chester: Acho que eu não estava muito na moda, em meus estilos já usei até dradlocks, e já me vesti de mulher. Mas agora sempre aparo o meu cabelo, pelo menos uma vez por semana sempre que vou me juntar ao grupo, assim pareço um cara mais serio, e que trabalha duro!

Mike: Eu também parecia meio bobo para ser honesto, no palco eu usava camisas de Skate, ou uma jaqueta folgada e botas, ou um gorro de esquis, hoje com quase 38 anos tenho que me vestir adequadamente.

 

Kerrang:   O que vocês lembram sobre o momento do primeiro encontro de vocês? 

Chester: Honestamente, eu pensei que seria um encontro como em qualquer outro grupo, poucos dias antes o Phoenix havia deixado a banda, e partido em outro rumo, para buscar uma gravadora para sua outra banda, então foi estranho, em seguida eu regravei quase todo o material da banda para ser realmente testado. Eu estava meio de saco cheio do mundo da música, pois eu tinha um emprego, dois empréstimos para pagar, e recém terminado com uma menina, mas assim que eu escutei as demos com a voz do Mike, eu imediatamente disse ” É issoai”

Mike: Quando o Chester veio para audição, nós tínhamos alguns candidatos, mas seu talento imediatamente nos chamou a tenção, mas nós não queríamos deixar isso claro para os outros participantes. Eu me senti como uma menina que delicadamente mostrava sua atenção, e funcionou ( risos)

Chester: Eu precisava ver a seriedade do grupo, mas eu já tinha uma ideia que iria ficar com o emprego. O Mike me tratou normal, como em uma audição, e meu ombro no dia estava doendo, mas no fim deu tudo certo, Jeff ( Blue) me deu algumas dicas de como melhorar também

Mike: Cara, eu aprendi muto com o Jeff, ele dizia: Você que fez isso?, é horrível!, depois mostramos o novo trabalho, já com o Chester, mas nós simplesmente não poderíamos contrata-lo, teríamos que conhecer ele melhor.

revista01

Kerrang:. E como foi pra você Chester?

Chester: Eu estava animado com a oportunidade de estar entre pessoas que faziam coisas legais, desde o primeiro dia eu senti uma emoção diferente, senti um certo interesse que nunca tinha sentido antes. Eu não queria “sair” tocando em bares, percebi que a gente poderia fazer algo de alto nível.

 

Kerrang:. Como era o Chester do inicio?

Mike: Era como fogo e gelo, mas ao longo dos anos ele cedeu, ele odiava e ao mesmo tempo amava tudo, foi difícil se acostumar com isso, mas eu tinha que começar a fazer esse papel. Na verdade, foi muito divertido estar com um homem com esse comportamento, mesmo agora, que eu já fiz de tudo, eu ainda continuo a procurar novas maneiras de entender essa super atividade do Chester, em todos os cenários possíveis. Ele tenta dar tudo o que tem em qualquer situação, se eu tentar entrar em seu caminho, ele pode acabar me esmagando.

Kerrang:.Então é isso que você admira nele?

Mike: Além das coisas óbvias, eu gostaria de dizer que você não pode estar com o Chester sem reconhecer o seu talento desenfreado, ele esta mais velho, e ficou uma pessoa mais gentil, e verdadeiramente generoso. Um exemplo disso é que esses dias sua esposa lhe mandou uma foto via SMS de um cachorro, ele me me mostrou um numero de telefone, e uma foto desse cão que não poderia usar as patas traseiras sem uma cadeira de rodas, olhei para o Dave e disse, antes do fim de semana o Mestre Chester dará um jeito. Ele simplesmente não nega nada a cães.

Chester: Sim, e agora em minha casa eu contruí rampas!

 

Kerrang:. Chester, e o que você pode dizer sobre Mike?

Chester: É simples, todos os membros do grupo, especialmente o Mike, são pessoas que querem ouvir quando você tem algo a dizer, isso é tudo de bom, o que eu faço, é o resultado que é estimulado pelo Mike.

 

Kerrang: A diferença entre o Mike e os outros, se traduz em?

 

Chester: É engraçado, quando você vive com uma pessoa a longo prazo, você chega a um ponto onde basta um olhar para outro para concordar ou discordar de algo, ou rir de algo. É como  quando você esta com sua família

Mike: Vamos lá, me diga uma coisa terrível sobre mim!

Chester: É difícil de citar, Robin Williams disse uma vez ” O amor é quando você gosta do mesmo cheiro, mesmo que seja de “gases”, algo assim. (Risos).

Mike: Quando Chester  explode em um discurso, e se inflama, nada pode detê-lo, ele fala por horas, é como ” Cara, você ta falando serio?”, nós ainda estamos falando sobre isso?, mas da minha parte, eu sei que é preciso disso para se tomar uma boa decisão, eu também posso fazer tempestades em copo d’água do nada.

Chester: Na verdade a única diferença significativa entre nós dois é que eu sou uma pessoa que fala muito, e ele é a pessoa que diz “sim”

Mike: Sim, mas não em tudo!, apenas sou mais rápido para resolver as coisas.

Chester: Eu estou falando sobre o filme, onde tudo pode ser dito, menos o “não”

Mike: (ligeiramente ofendido) Eu não concordo!

 

Kerrang: Existe essa diferença também na música?

Chester: Se o Mike concorda, eu faço, eu trabalho confortavelmente com ele, é ótimo, por que eu posso fazer o que quero, nesse caso, tudo depende de mim

Kerrang:. Então você gosta de dar a formula?

revista02

Chester: Para mim não é uma concessão, o Mike faz o que ele quer, e eu tento atingir me potencial máximo.Quando me perguntam sobre a razão do meu sucesso, a minha resposta pode ser ” Mike Shinoda”, se não fosse por ele, eu não seira o que sou hoje, eu não posso dizer isso apenas sobre a mim mesmo.

Mike: Eu não acho

Chester: Você sabe o que fizemos juntos, o resultado ainda esta fresco, há algo especial sobre nos seis, se faltasse um , tudo seria diferente, se o grupo não fosse esse, nossos trabalhos seriam bem menores.
Kerrang:.  Qual o posicionamento do Linkin Park hoje?

Chester: Estamos muto diferentes, criando coisas diferentes, mas os resultados sempre dão certo, a única coisa que estamos certos é que vamos permanecer alterando, assim as coisas ficam mais agradáveis, é como manter uma linha de comportamento, sempre pensar ” como as pessoas vão reagir?”,  “eles vão seguir mudando?”, muitas pessoas começaram a nos olhar com mais seriedade depois das mudanças.

Mike: Eu estava conversando com o Daron, do SOAD, quando ele tocou com a gente em Hollywood Bown, ele disse que aprendeu muito muito vendo a forma que eu trabalhava, ele disse que de certa forma ele gostaria que eu fosse trabalhar com eles.

Chester:  Através do nosso relacionamento, eu aprendi que você deve sempre ser capaz de avaliar e discutir o que se pode fazer, sair de uma má situação é bem melhor que se adaptar a ela.

 

Kerrang:.Há casos que é melhor agir com a razão do que a paixão?

Mike: É claro que todos nós do Linkin Park sabemos o que tivemos que passar com o Chester, mas eu estou certo de que apesar do fato que o Chester fez coisas erradas, algumas coisas foram importantes para o grupo. Toda vez que estamos escrevendo algo, eu tento chegar nesses temas.

Kerrang:. Como você lida com isso?

Mike: Nesta fase, onde eu e ele já nos conhecemos tão bem, eu posso recontar toda a história, e observar a reação dele, na época ele sabia eu estava fazendo da sua vida um inferno, ele sabia que eu estava tentando fazer algo, mas eu não ia impedi-lo, uma forma de tingir ele foi com um “algo” a mais, que foi a música, que sempre foi uma terapia pra gente,

Kerrang:. Este tratamento “terapêutico” é uma parte que esta desde a  existência do LP?

Chester: Eu acho que cada um de nós tem o seu próprio conjunto de habilidades. E não é uma único “link”, onde Mike esta fazendo algumas coisas para se certificar de que funciona mesmo. Nem todo mundo consegue isso, isso é uma combinação de habilidades, as vezes é preciso dizer ” Isso é estúpido”, ” eu não vou fazer isso”, alguém precisa ter a voz da razão. Se você investir muito em uma única só coisa, você acaba estragando tudo. Nós nos empenhamos o suficiente para trabalhar, e se comunicar, para que tudo corra bem. Quando você faz algo que é ótimo, as pessoas vão querer que você repita, e você vai querer repetir, é tipo masturbação, pode ser um prazer de momento ( risos)

 

Kerrang: Esta é maior conquista do grupo?

Mike: O que?.  O Chester se masturba? (Risos)

 

Kerrang:. Uh, vamos continuar … um período em sua vida que você  é especialmente grato

Mike: Se nós não falarmos sobre a nós mesmo, tem o período do MTM em 2007. Nós fomos através do  Hybrid Theory e Collision Course, mas depois nossa vida mudou completamente. Por 18 meses começamos a banda várias vezes, para reconhecer a gente novamente, em uma certa medida, até se tornar aqueles amigos da primeira vez. Especialmente você Chester, nós não estavamos crescendo com você, enquanto você não mudasse radicalmente, tornando-se mais esclarecido e diluído. Você se tornou uma pessoa completamente diferente, e isso foi com muito tempo, mas foi muito legal ver como isso acontecer. Você gastou muita energia com o grupo, e em seguida, começou a passar seu tempo perdendo essa energia tentando reconstruir sua vida.

 

Agradecimento ao Mike Shinoda Clan pelas Scans, a Linkin Park Coalition por postar a matéria | Tradução e adaptação: Linkin Park Brasil

 

 

© 2014, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários