0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Chester fala sobre o Linkin Park tocar o Hybrid Theory na íntegra no Download Festival e o que o Hybrid Theory significa para ele. Publicado na revista Kerrang! do mês de Novembro de 2014.

Como você está se sentindo sobre ser a atração principal do Download Festival novamente?
Chester: Estamos realmente animado sobre isso. Nós vamos estar tocando o Hybrid Theory em sua totalidade, pela primeira vez, o que deve ser muito divertido. Muitos dos nossos fãs nos dizem que esse é o álbum que mudou suas vidas e acho que para nós, tocá-lo do começo ao fim será incrível.

O que esse álbum pessoalmente significa para você?
Chester: É um álbum especial. Ele representa tantas coisas para nós. Pelo menos para mim, eu sempre me lembro do tempo antes de nós vendermos algum álbum e a forma como nós fizemos as músicas naquele ponto e as coisas que eram interessantes para nós. Tentamos abordar todos os álbuns desta maneira, com o mesmo tipo de liberdade. Quando você é muito bem sucedido, como foi o Hybrid Theory, isso cria um monte de expectativas sobre o que você deve fazer a partir desse ponto e é fácil ficar preso em tentar entregar às pessoas o que elas querem, quando isso não era realmente a intenção original.

Você vai ter que reaprender algumas das músicas que vocês não tocam há anos?
Chester: Ah sim (risos) ! Eu acho que definitivamente vão ter algumas músicas lá que não tocamos desde que começamos a percorrer pelo mundo sem saber exatamente o que estávamos fazendo. Provavelmente vou ter que voltar com a memória muscular, considerando quantas vezes nós tocamos essas músicas no início de nossa carreira. Durante muito tempo, as músicas do Hybrid Theory foram as únicas que tivemos [ à nossa disposição ] ! No entanto, conhecendo a gente, eu não sei se isso significa que vamos reproduzi-las exatamente como estão no álbum. Nós já tocamos várias dessas músicas de forma diferente, por isso vai ser interessante ver como que nós vamos sair nessa apresentação desse set.

Vocês voltarem a ser os principais no Download deve significar bastante pra vocês…
Chester: Sim! O Download Festival sempre foi um daqueles shows que, agora que nós já fizemos, nós sabemos o que esperar dele e nós sabemos o que nossos fãs esperam de nós. Eu me lembro de tocar la a primeira vez. É um daqueles festivais onde, como banda, você sabe que, se você estiver na lista, então é melhor você aparecer e tocar, e tocar muito bem, porque o público não gosta de ter o seu tempo perdido. Essa é a coisa que eu respeito no Download Festival – as pessoas adoram as bandas e eles sabem que essas são suas bandas preferidas. E quando essas bandas aparecem, cara – aquela multidão é o melhor público do mundo. É bastante impressionante.

 No ano passado, Corey Taylor tocou com o Slipknot e com o Stone Sour no mesmo final de semana. Se o Stone Temple Pilots fossem adicionados nessa lista, você estaria pronto para se apresentar em dobro?
Chester: (risos) Ah, cara, eu não sei se eu estou lá ainda. Eu provavelmente vou precisar de mais alguns anos treinando!

© 2013, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários

About The Author

Fã em tempo integral e criadora de conteúdo nas horas vagas, meu hobby preferido é escrever sobre Linkin Park e conhecer novos fãs. Tive a oportunidade de ir em 10 shows do Linkin Park, sendo o primeiro em 2004 no Morumbi e tive a oportunidade de ir em 3 do Mike Shinoda, na turnê do Post Traumatic.