This post has already been read 1427 times!

Chester Bennington, no início de 2017, se reuniu com sua antiga banda Grey Daze com a ideia de regravar as músicas que escreveram com o Chester antes dele entrar para o Linkin Park. O projeto, que ficou parado por dois anos depois do falecimento de Chester, finalmente foi finalizado utilizando os seus vocais originais dos anos 90 e o álbum, chamado Amends, foi lançado mês passado, dia 26 de Junho.

Recentemente, o Grey Daze lançou em seu canal oficial do YouTube uma animação para a música In Time, criada por dois brasileiros, Danilo Silgepe e Daniel Silva. A Heloisa Simon, da Linkin Park Brasil, entrevistou os dois ilustradores essa semana, conheça mais sobre eles:

Heloisa: Olá, Daniel e Danilo. Vocês frequentemente fazem ilustrações sobre o Linkin Park e tem uma página no Facebook destinada a isso. Como surgiu a ideia do Linkin Park arts – dnabr? Há quanto tempo vocês tem essa página?

Daniel e Danilo: A página é um projeto entre dois irmãos, o Daniel Silva e o Danilo Silgepe. A ideia surgiu em 2011, quando nós dois começamos a fazer desenhos da banda e postávamos em grupos no facebook sobre o Linkin Park. Então, depois de um tempo, naquele mesmo ano, achamos que seria bom ter uma página para concentrarmos os desenhos em um lugar só. Surgia ai o Linkin Park arts – dnabr. Além dela, também administramos desde 2013 a página Linkin Park Billboard, onde postamos os desempenhos em vendas, rádios e streamings das músicas e álbuns da banda.

De qual cidade do Brasil vocês são?

Somos de Salvador, Bahia.

Qual foi a inspiração pra fazer a animação da música In Time do Grey Daze?

Danilo: (a primeira versão foi apenas dele) A inspiração para, primeiramente, querer fazer a animação veio depois de escutar “In Time” pela primeira vez através da “Listening Party” do álbum “Amends” que vocês, da Linkin Park Brasil, fizeram através da sua página no Facebook. Lembro que, perto do final da live, vocês tocaram novamente a canção, que se tornou a minha favorita. Naquele momento eu sabia que precisa fazer algo especial para ela, com um significado especial em memória ao Chester. Depois disso, passei alguns dias com a música na cabeça até que me veio na mente a imagem de Chester andando em um campo de flores, no momento em que imaginei esta cena naturalmente a ideia da animação se formou. Passei então a esboçar as cenas e fiz a primeira versão do vídeo com 2min28seg, que chegou ao Grey Daze.

Como aconteceu o convite do Grey Daze?

Uma semana após termos postado essa primeira versão do vídeo, o Sean Dowdell, baterista da banda, entrou em contato conosco convidando para fazermos uma versão completa da música. A partir daí nós dois nos unimos e recriamos o vídeo com base no conceito do primeiro, adicionando algumas novas ideias e sugestões trazidas pela banda.

O que vocês acharam do álbum Amends do Grey Daze?

Ambos gostamos muito do resultado final, um álbum que consegue demostrar através de suas canções todo o compromisso e amor dos envolvidos no projeto. Foi muito bom poder escutar o Chester.

Há quantos anos vocês são fãs do Chester Bennington e de Linkin Park? Qual é a história da banda na vida de vocês?

Conhecemos o Linkin Park desde 2003, e a primeira música que ambos escutamos foi “Faint”, através do programa da época Disk MTV. Desde então, nos tornamos grandes admiradores da banda.

Das artes que vocês fizeram qual é a sua preferida?

Daniel: Das artes que fiz a que mais gostei de elaborar foi os “Funko Park”, onde uni a banda aos bonecos Funko. Foi muito bom revisitar os estilos adotados pelos integrantes em diferentes épocas.

Danilo: Para mim foi este vídeo para “In Time”. Ter a oportunidade de prestar esta homenagem ao Chester é algo realmente especial.

Para ver outras ilustrações de Danilo e Daniel, acesse Linkin Park arts – dnabr.

© 2020, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários