0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Chester Bennington conversou com o ARTISTdirect.com e falou sobre o andamento das composições e sessões de gravação do novo álbum do STONE TEMPLE PILOTS, possivelmente para ser lançado no último trimestre do ano.

Nós estamos tentando levar a música à um outro patamar e trazer muita energia para o álbum. Isso tudo é sobre nós, da mesma forma que tem sido desde o início“, disse o Chester. Tudo que estamos fazendo envolve todos nós quatro. É muito legal ser parte disso e fazer da forma que é feito. É realmente interessante. Eu estou me divertindo muito fazendo isso.

Ele acrescentou: “Com o LINKIN PARK as coisas são muito literais! Não há poesias rolando ou linhas que podem não ter um significado direto, mas sim ter algum significado oculto com o que está acontecendo. Escrevendo para o STP, eu posso ser mais poeta. Eu consigo brincar mais com as palavras na minha escrita. Isso faz ficar divertido e mais colorido.

Com esse novo álbum, a música é muito insana, cara. Nós estamos agitando e a porra toda é muito louca, muito legal. Com as melodias eu estou saindo da minha zona de conforto, é algo que eu realmente gosto de fazer. Isso me ajuda a pensar de uma forma diferente e conseguiu outros pontos de vista.

No LINKIN PARK, como tem dois escritos, Mike Shinoda e eu, nós dois precisamos acreditar no que está sendo escrito. Como aqui sou o único escritor de letras, sou o único que tenho que acreditar, isso me permite ser um pouco mais abrangente, e isso é divertido“.

Quando perguntado quando que “caiu a ficha” de que ele estava no Stone Temple Pilots, Chester respondeu: “Eu acho que eu vi que era real a primeira vez que ensaiamos. Nós andamos até uma grande sala pra ensaios. Fazia um tempo que os caras não tocavam, e eu estava ajudando eles a tentar entender as estruturas das músicas e quais partes nós íamos tocar. Os caras estavam tipo ‘O Chester conhece as músicas melhor que nós mesmos!’ Quando nós começamos a ensaiar e eu comecei a cantar, os caras olharam uns para os outros e falaram juntos ‘Caraca, isso é real! Isso realmente está acontecendo. O STP está vivo novamente.’. E isso foi ótimo.

Em turnê está acontecendo bons momentos. Todos os nossos shows tem sido bons. Não me lembro de nenhuma noite onde nós sentimos como que estivéssemos em um show ruim. Acho isso especial. Na nossa última turnê em 2014, em um determinado momento a gente começou a tocar Plush ao vivo, e algo mágico aconteceu. E durante esses momentos que a gente estava tocando, era tão fácil, que nós ficamos tipo ‘Uau, isso está ficando muito bom, agora nós sentimos que isso é a nossa banda.’ E foi ótimo.

A banda começou a trabalhar com Chester em maio de 2013, mas por causa de ações judiciais, entre outras coisas, o uso do nome da banda tinha que ser com “With Chester Bennington” até que a situação se ajeitasse. O STONE TEMPLE PILOTS finalmente pode tirar o “With Chester Bennington” do nome, depois de ter resolvido os problemas legais com o ex-vocalista Scott Weiland.

Fonte: Blabbermouth.net

© 2015 - 2019, www.linkinparkbrasil.com. O melhor portal de notícias do Linkin park no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário sobre essa Notícia

comentários